tribuna socialista

domingo, abril 16, 2006

COMEMORAR O QUÊ EM 25 DE ABRIL DE 2006??


Comemorar o quê em 25 de Abril de 2006?

As comemorações na Assembleia da Republica representarão, uma vez mais, uma espécie de legitimação do afunilamento da democracia e do exercício da democracia. A parlamentarização da democracia tem significado menos democracia, menos participação cidadã, menos direitos, ..., uma negação do que foi a resposta popular em 25 de Abril de 1974!

As comemorações na Assembleia da República representarão, mais uma vez, uma tentativa de revisão da História: a democracia que se tem em 2006 é a imposição do modelo liberal! Ora o 25 de Abril não foi feito pelos representantes dos lobbies financeiros, não foi feito pelos chamados empresários. O 25 de Abril representou auto-iniciativa popular e cidadã. O 25 de Abril implicou também a coragem de se construir um novo modelo social, político e económico. Um modelo assente na auto-iniciativa dos trabalhadores, dos cidadãos, dos jovens! O 25 de Abril não foi nem pode ser confundido com economias neo-liberais, mascaradas ou não de "economia de mercado" ou de "economia social de mercado".

Comemorar o 25 de Abril em 2006 é, para nós, redescobrir caminhos para a afirmação da auto-iniciativa popular. Nas ruas, nos locais de trabalho, nas escolas ... É também saber reafirmar o socialismo (despido de todas as suas deformações liberais e totalitárias) como a alternativa global ao capitalismo/liberalismo !

Em 2006, as comemorações do 25 de Abril deveriam permanecer nas ruas. Em 25 de Abril de 2006 as pessoas, os cidadãos, os trabalhadores e os jovens deveriam reafirmar Abril com o retomar da capacidade de auto-organização, de auto-iniciativa, de auto-gestão ... contra o excesso de representativismo, contra a parlamentarização da democracia, contra o excesso de deveres e a falta de direitos, contra a precarização (que só é inevitável com a economia de mercado) do trabalho e do emprego, contra o não reconhecimento do trabalho, ... , contra esta nova forma de dominação do dia-a-dia de cada um de nós!Posted by Picasa

2 comentários:

DJ Oração disse...

"O 25 de Abril representou auto-iniciativa popular e cidadã"

Nunca ouvi falar disso...
Pelo que tenho lido, o povo saiu à rua, depois dos militares.
E não fossem os militares, pessoas educadas, não teriamos esta possibilidade de pelo menos expressarmos o que pensamos,...
O resto custa mais...

Miguel Madeira disse...

Creio que o MFA tinha apelado às pessoas para ficarem em casa, mas estas sairam à rua à mesma.

E se calhar o povo na rua foi fundamental para o triunfo da revolução (já que pode ter dissuadido potenciais resistências).