tribuna socialista

quinta-feira, abril 13, 2006

QUE DEMOCRACIA É ESTA?????


Os deputados foram para férias e, ainda por cima, terão assinado uma presença que não se verificou!

Esta é a notícia que encheu jornais e abriu telejornais ... sempre acompanhado de inquéritos de rua, com as respostas selecionadas contra os políticos que são todos iguais!!..

Daqui por uns dias, passa mais um ano sobre o 25 de Abril de 1974 ... para alguns, parece que antes dessa data os políticos não eram todos iguais ...

Mas será que em 2006 temos em Portugal alguma democracia parecida com a democracia que jovens, mulheres e homens quiseram construir nas ruas, nos locais de trabalho, nas escolas, a seguir ao 25 de Abril de 1974?

Ou temos uma democracia parecida com a democracia formal, burguesa, dos lobbies, da representação em proveito próprio que já vigorava numa Europa que também já se tinha esquecido dos momentos de libertação do nazismo no pós-2ª guerra mundial?

A democracia portuguesa está, cada vez mais, igual à democracia (!) que vigora nas empresas deste país: democracia para as administrações e direcções, rolha na boca para os restantes!

Esta é que é a realidade! ... e a Assembleia da Republica segue o exemplo.

Mas quanto aos deputados faltosos, é importante que se realce que os mais faltosos foram 50 do PSD e 49 do PS! ... Ou seja, os partidos do chamado "centrão", os partidos da "alternancia" que alguns querem apresentar como a verdadeira democracia ...

A democracia portuguesa é hoje uma formalidade, uma fachada sem edificio! Os cidadãos parece que só existem para o exercicio dos seus deveres, esquecendo-se sistemáticamente, como regra, os seus direitos. Há uma imensa lei da rolha e do medo que vai condicionando a iniciativa cidadã e popular!

Mas é possível MUDAR, é possível trazer de volta o 25 de Abril para as ruas, para as escolas, para os locais de trabalho! Porque é que foi possível aos jovens e trabalhadores franceses derrotarem uma lei neo-liberal, o chamado "Contrato do Primeiro Emprego" (CPE), descendo às ruas e lutando ... até ao objectivo pretendido ?!


Posted by Picasa

2 comentários:

Luta Social disse...

A democracia parlamentar não existe.
A única democracia é a que de facto te permite decidir sobre a tua vida, sobre tudo o que te diz respeito. Essa democracia é a democracia directa, há muito inventada pelo movimento operário, mas ainda não experimentada por largo período e na extensão de regiões grandes, pois em lado nenhum a revolução socialista libertária triunfou de modo estável.
Porém, essa democracia verdadeira, a democracia directa, aliada ao federalismo, é posta em prática por milhares de colectivos anarquistas, anarco-sindicalistas, socialistas libertários e comunistas libertários, pelo mundo fora. Não é pois nenhuma utopia. Apenas tem de ser ampliada para a escala maior de uma sociedade inteira.
Um dos erros mais graves dos "políticos" é pretenderem ver uma qualquer legitimidade no regime que está instalado. Ele não tem a mínima legitimidade. Os que estão no poder, estão lá à custa do engano, da fraude, da mentira. Nem se pode dizer que sejam representantes da sensibilidade deste ou daquele sector da população! Basta ver que a grande maioria das pessoas que votou nas últimas eleições, o fez com um sentimento "socialista" (no sentido lato do termo) genuíno, não o fez para dar o aval a uma direcção do PS composta por lacaios do neo-liberalismo, direcção essa que sabia de antemão qual seria o progrma real de governo e que o ocultou, pois só assim é que poderia abocanhar o poder.

O 25 de Abril não volta mais, o que é preciso é um novo sopro revolucionário, que esteja marcado pelas questões actuais, pelas questões que têm a ver com:

- a precariedade no trabalho
- o poder na empresa e na sociedade
- a auto-organização
- a horizontalidade
- a extinção do capitalismo
- a salvaguarda do ecossitema
- o fim das discriminações
etc.

O 25A teve a ver com : o fim das guerras coloniais, o fim de uma ditadura fascista, a necessidade de expressão livre, a ruptura com um proteccionismo capitalista, o fim do isolamento político-diplomático, etc.
A componente "socialista" apenas correspondeu ao "colorido" necessário para fazer o povo aderir a uma "revolução" essencialmente burguesa, a última revolução burguesa ocorrida na Europa antes do desmoronar da URSS e dos regimes totalitários do Leste no fim da década de 80 princípios de 90.

Que ninguém se engane (ou auto-engane)!
O caminho da revolução neste país, não é o prolongamento da "revolução" burguesa de 25 de Abril de 74!!!
Manuel Baptista

PlanetaTerra disse...

///

DIAGNÓSTICO DA SITUAÇÃO:

--- A Europa está sob o domínio de um MONTE DE BANDALHOS ( vulgo Parasita Branco -> a Maioria do europeus ) que não estão preocupados com a SUSTENTABILIDADE DO SISTEMA... pois... pretendem andar no Planeta a CURTIR À CUSTA DOS OUTROS:
-->> Exemplo 1: O Parasita Branco ( a Maioria dos europeus -> um MONTE DE BANDALHOS ) pretende andar no Planeta a Curtir a abundância de mão-de-obra Servil...... APESAR DE... o Parasita Branco nem sequer constituir uma Sociedade aonde se procede à Renovação Demográfica!
-->> Exemplo 2: O Parasita Branco ( a Maioria dos europeus -> um MONTE DE BANDALHOS ) pretende andar no Planeta a Curtir a existência de alguém que pague as Pensões de Reforma...... APESAR DE... o Parasita Branco nem sequer constituir uma Sociedade aonde se procede à Renovação Demográfica!

--- NOTA: Como seria 'imoral' serem estrangeiros a pagar as pensões de reforma ao pessoal... o Parasita Branco adoptou um TRUQUE ENGENHOSO: ---> o Parasita Branco alterou a Lei da Nacionalidade... e vai gerindo a atribuição da Nacionalidade aos imigrantes ( e filhos de imigrantes )...
[ nota: assim sendo, já ninguém pode andar por aí a acusar... que... as pensões de reforma do pessoal... estão a ser pagas por estrangeiros... ]


--- Já não há pachorra para aturar este MONTE DE BANDALHOS ( vulgo Parasita Branco -> a Maioria do europeus ) que pretende andar no Planeta a CURTIR À CUSTA DOS OUTROS......
--- Reivindica o LEGÍTIMO Direito ao Separatismo!!!
DIVISÃO--50--50
[ A constituição de Espaços Reserva Natural de Povos Nativos ]

///